sábado, 27 de agosto de 2016

MICKEY MOUSE


Com quase 88 anos de idade, esta personagem animada continua a fazer as delícias dos mais pequenos.
Depois da mochila não resisti a fazer mais umas peças.
Um babete, suporte de chupeta e uma capinha para guardar os documentos mais importantes.





Conjunto de bebé - porta documentos, babete e suporte de chupeta

Conjunto de bebé - porta documentos, babete e suporte de chupeta

Conjunto de bebé - porta documentos, babete e suporte de chupeta  Conjunto de bebé - porta documentos, babete e suporte de chupeta


Quem consegue resistir?
Também estes disponíveis na loja.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

O que continua na minha mesa de trabalho?

O creme, claro.
Para quem habitualmente passa por aqui sabe ao que me estou a referir.
Os plastificados têm sido o tecido de eleição e por isso mesmo o meu aliado secreto é o creme.

E as mochilas continuam a ser o artigo de eleição.
E esta teve direito a fotos no jardim.

Mochila - tecido plastificado

Mochila - tecido plastificado  Mochila - tecido plastificado

Mochila - tecido plastificado




Mochila - tecido plastificado




Mais uma mochila disponível aqui.



domingo, 21 de agosto de 2016

Misturas improváveis (ou talvez não)


O que faz um boião de creme ao lado da máquina de costura?

Dicas de costura - usar creme para coser tecidos plastificados

Uma máquina tradicional e um calcador tradicional não costuram tecidos plastificados.
O tecido começa a prender por baixo do calcador, faz pontos minúsculos e não avança.
É então necessário usar um calcador específico ou o truque do creme.
Se passar um pouco de creme no tecido o calcador vai deslizar normalmente.

Fácil e muito mais económico.

sábado, 20 de agosto de 2016

Cozinhar sem sal

Porque cozinhar sem sal e fazer refeições apetitosas à vista e ao paladar é fácil.

Sei que não é possivel fazer uma alimentação 100% isenta de sal porque muitos dos produtos que usamos já têm sal mas podemos (e devemos) optar por uma dieta sem sal adicionado.

Esta foi a minha versão de Espetadas de Salmão.

Espetadas de salmão - dieta sem sal adicionado


Espetadas de salmão - dieta sem sal adicionado

Espetadas de salmão - dieta sem sal adicionado

Espetadas de salmão - dieta sem sal adicionado


Para dar um pouco mais de paladar fiz também um molho.
As quantidades foram "a olho" mas deixo aqui os ingredientes para quem queira experimentar:
Maionaise, iogurte magro, sumo de limão e uma colher de sobremesa de alho e salsa (mistura de especiarias)

Cá por casa é uma receita a repetir.
Foi aprovada por unanimidade.

Bom apetite!!

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Regresso às aulas

Não sei se porque aqui já se pensa no regresso às aulas ou por outra razão qualquer, quando vi estes tecidos pensei automáticamente em fazer mochilas.
Gosto de fazer mochilas apesar de serem, das coisas que vou fazendo por aqui, das que mais trabalho dão.
Mas gosto de conjugar os vários tecidos com fechos e os outros acessórios.
Não me consegui decidir sobre qual começar primeiro e por isso mesmo comecei várias ao mesmo tempo.
As duas primeiras estão prontas e disponíveis aqui.

Mochila Mickey em tecido

Mochila Mickey em tecido

Mochila Mickey em tecido

Mochila Mickey em tecido

Mochila em tecido

Mochila em tecido

Mochila em tecido

Mochila em tecido~



quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Bastidores

Algumas vezes (nem sempre), quando ponho os olhos num tecido, decido o que quero fazer com ele.
Algumas vezes (quase sempre) quando compro um tecido e quando escolho o que fazer, não tenho qualquer encomenda ou pedido.
E é assim que eu mais gosto de trabalhar.
Sem pressas e sem pressão.
Por vezes faço mais do que uma peça ao mesmo tempo.
Desta vez, porque não me conseguia decidir qual começar primeiro, comecei todas ao mesmo tempo.

Cortar, cortar, cortar.


 Coser, coser, coser.


Fotografar.


Editar as fotografias.



Agora só falta divulgar.
Curiosas?
Está quase, quase…

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Caixa de ferramentas

A costura criativa não se faz só com linhas e agulhas.
E como também gosto (de vez em quando) de “mergulhar” noutros ramos, as ferramentas vão aumentando.
Desde furadores a aplicadores de molas de pressão e alicates… 
Não são ferramentas fáceis de arrumar principalmente se tivermos que rentabilizar o espaço.
Como também não são utilizadas a toda a hora, resolvi arrumá-las numa caixa de madeira.
Esta chegou cá a casa num Natal com um mini cabaz.
Agora com um bocadinho de tinta branca, um guardanapo, verniz e alguma paciência ficou assim.

Melhor, não acham?



caixa de ferramentas - pintura de madeiras e técnica de guardanapo



caixa de ferramentas - pintura de madeiras e técnica de guardanapo
caixa de ferramentas - pintura de madeiras e técnica de guardanapo

caixa de ferramentas - pintura de madeiras e técnica de guardanapo